R --> franchise-predator

WoD - O Julgamento de Tremere

E-mail Imprimir PDF
Avaliação do Usuário: / 17
PiorMelhor 

http://falerpg.mmotales.com.br/images/stories/artigos_fale.pngPara a alegria dos Filhos de Caim, dos esquilosomens, das Tradições (principalmente da Ordem de Hermes), dos Escoteiros Mirins, das minhoquinhas do jardim, dos Backstreet Boys, do Céu, do Inferno... enfim, de todos, aqui está a realização plena dos sonhos mundiais:

O julgamento de Tremere!

Nota do autor – Essa conden.. quero dizer, esse JUSTO julgamento se passa muito tempo depois (mas muito tempo MESMO) das célebres primeiras reuniões.

[Cacá] BOA NOITE, POVO DA PRIMEIRA CIDADE!!!

[Lasombra] Eita, que zona!

[Cacá] EU, A BELA, SEREI A RESPONSÁVEL...

[Toreador] Meus deuses... QUEM foi que chamou essa pirralha aqui?

[Ravnos] Deixa que eu levo ela pra casa.

[Malk] Se encostar na minha prima, salafra, te dou um nó na orelha.

[Tzim] PLAGIADOR DAS ARCANOS VIVISECCIONAIS!!!

[Brujah] [Confuso com o que Tzim disse] Chocolate com repolho?

[Giovanni] Não basta ficar com a irmã dele e ainda quer a prima? Loucura pega, hein?

[Cacá] ... POR REGISTRAR OS FEITOS DESSA NOITE.

[Lasombra] Vem cá, PRA QUE mesmo eu vim aqui?

[Ventrue] Tremere vai ser julgado.

[Lasombra] Ahhhh... isso? Sabia que era para algo legal!

[Gangrel] Sabia que ele matou Saulot?

[Tzim] QUEN SE IMFORTA? Da hoje ela non passa!

[Haqim] Ele matou Saulot? Uau! E eu que não dava nada por aquele otário de Viena.

[Ravnos] Que nada, negão, Saulot deixou se matar!

[Haqim] NÃO FALA COMIGO SAFADO!

[Ravnos] EI, EI! Eu não fiz nada!

[Haqim] Não fez AGORA, mas quando esse babado com Tremere acabar, TU E EU vamos ter uma conversinha SERÍSSIMA!

[Brujah] [Vestido de meirinho] Todos de pé, para a entrada do juiz.

[E ele entra. O Magnífico. O Belo. O Imponente. O Justo (?!?) ]

[Tremere] SET?!?

[Set] É eu.

[Tremere] Se VOCÊ é o juiz... QUEM vai ser meu advogado?

[Baali] Boa noite, povão!

[Tremere] VOCÊ?!?

[Baali] É eu.

[Tremere] PERAÍ! ME DISSERAM QUE SERIA UM JULGAMENTO JUSTO!

[Tzim] E VAI! Agora, pra QUEM vai ser...

[Toreador] Deixe-me ver se entendi...

[Gangrel] É fácil, sua horrorosa, você se mata, depois...

[Toreador] EU, HORROROSA?!? Oh, meus sais! Tem espelho no mato não, cadela?

[Lasombra] Ceis não vão começar com esse papo de espelho não, né?

[Toreador] O que quero saber é por que Set é o juiz e Baali é o advogado de defesa. O ruivinho sempre quis corromper Saulot mais do que tudo, e Baali era o pior filho dele... por que diabos iriam defender o falecido?

[Giovanni] PRESTA ATENÇÃO, tamos falando de Tremere!

[Toreador] Ahhhhh... tá. Mas assim ele vai se ferrar, e COM FORÇA!

[Malk] Pois é, não é mesmo lindo?

[Set] O júri cssshama a primeira tesssstemunha. Gárgula.

[Nos] Tá ferrado, Tremere.

[Brujah] [Estendendo o Livro de Nod para Gárgula colocar a pata em cima] E aí, mano? Tu jura dizer a verdade, somente a verdade, e nada além da verdade, em nome da ferração geral, definitiva e suprema de Tremere?

[Gárgula] Pode crê, bródi.

[Brujah] Valeu, mermão.

[Baali] EI! ELE TÁ INDUZINDO A TESTEMUNHA!

[Set] [Olhando espantado para Baali] TÁ FICANDO DOIDO, GAROTO??

[Baali] Calma, mestre, ele me pagou, né? Tenho que mostrar um servicinho.

[Set] Que sssussssto, rapazzzz! Meu coraçççção até pulou!

[Ravnos] Pulou, é? Como, se você tirou ele fora?

[Set] Pulou, sssssim! Chegou quassssse a dessssspencar da janela do hotel... NÃO TE INTERESSSSA, SSSSAFADO!!!

[Ravnos] [Sussurrando] Droga! QUASE que descubro onde tá guardado o troço mais valioso do Oriente! Bodei! Vô dá uma saída!

[Tremere] Baali, vem cá num particular...

[Baali] Fala aí, cliente.

[Tremere] QUE PAPO É ESSE DE MESTRE?!?

[Set] Gárgula... voccccê trabalhou para Tremere, não?

[Gárgula] Algum tempo... uns oitocentos anos.

[Baali] É verdade que meu cliente ofereceu uma proposta de emprego estranha?

[Tremere] Baali, cê tá MESMO do meu lado ou isso é só conversa?

[Gárgula] Ele começou no ramo da culinária.

[Gangrel] Ele cozinhava? O que ele servia?

[Gárgula] Não lembro direito, mas tinha Nosferatus e Tzimisces no meio.

[Lasombra] ILL! ILL! ILL! ILL! ILL! ILL! ILL! ILL!

[Tradução: NOJO! NOJO! NOJO! NOJO! NOJO! NOJO! NOJO! NOJO!]

[Gárgula] Não sei onde Tremere aprendeu a cozinhar, mas foi reprovado com louvor.

[Ventrue] Ele te tratava bem?

[Gárgula] Ele nunca me pagou, nunca me deu férias...

[Set] Obrigado, Gárgula, pode ir.

[Gárgula] ...me espancava impiedosamente, mandava lavar o chão...

[Set] Eu já disssssse que pode ir.

[Gárgula] ... quando chegava alguém parrudão naquela maloca de Viena, era EU quem ele mandava descer porrada...

[Brujah] TÁ SURDO?!? SE MANDA!

[Gárgula sai correndo]

[Giovani] A próxima testemunha é... Yuri Babakokóvískhy?

[Yuri] [Sentando-se no banco das testemunhas] E aí, povão?

[Tremere] Quem é você, cretino?!?

[Set] Cala a boca, Tremere, EU mando. [Voltando-se para Yuri] Quem é voccê, cretino?

[Yuri] Aquele bocó ali...

[Tremere] Eu tenho nome, tá ligado?

[Yuri] ... resolveu montar o mocó dele em cima DO MEU TERRENO!

[Nos] Apropriação indébita. Isso dá cadeira elétrica. Prossiga.

[Tremere] PROTESTO! AQUELE TERRENO SEMPRE FOI MEU!

[Ventrue] Protesto NEGADO. A Áustria sempre foi MINHA!

[Haqim] Hummmm, já vi o sotaque desse tal de Yuri em algum lugar...

[Lasombra] Se achasse ruim, Tremere, tivesse ficado na Transilvânia.

[Tzim] De acordo.

[Yuri] TÔ NEM AÍ! Quero meu terreno de volta.

[Haqim] Aquele relógio dele parece com o que eu perdi...

[Tremere] E onde vou enfiar a Capela de Viena?

[Brujah] Ah, cê qué sabê? PEGA ELA E...

[Toreador] BAIXARIA NÃO!

[Haqim] SAQUEI! SAQUEI! ELE É RAVNOS!!!

[O disfarce ilusório de Ravnos cai e ele vaza da sala. Todo mundo olha feio pra Haqim]

[Malk] Liga não, negão... mas ajudou Tremere, sabia?

[Set] Tzim, sssua vezz. Cola o rabo naquela cadeira e fala logo.

[Tzim] UQUÊ?!? MAIS RESPEITO COM O MESTRE DAS ARTES...

[Set] Toreador, quer vir, por favor?

[Toreador] Obrigada, fofo.

[Tzim] EI, E EU?

[Toreador] Tenho algo muito sério contra ele. Ele me torturou de forma impiedosa durante todos esses séculos. Sofri HOR-RO-RES nas mãos insensíveis desse... BÁRBARO!

[Ventrue] O que ele fez?

[Toreador] Vinha nas reuniões com modelitos SO-FRÍ-VE-IS

[Set] Nossssss, voccccê quer falar algo?

[Nos] Quero que Tremere MORRA.

[Set] Obrigado, próxxxxxima tessssstemunha...

[Cria de Saulot] Sou eu, mestre corrupto do inferno azedo.

[Baali] EI, ESSE SOU EU!

[Cria de Saulot] E aí, irmão?

[Baali] NÃO ME CHAMA DE IRMÃO, SEU... SEU... SEU BONZINHO!

[Ventrue] Eu não te conheço, garoto?

[Cria de Saulot] Sim, grande Ventrue, fui eu quem recolheu seus pedaços quando Lasombra soltou sobre ti aquela manada de beholders e...

[Lasombra] Acho que ouvi minha mãe me chamar...

[Brujah] [Segurando ele] Senta aí ou a coisa vai ficar preta pro seu lado, ô careca!

[Baali] O QUE TEM A DIZER SOBRE MEU CLIENTE, SEU... SEU... SALUBRI DE ALMA PIEDOSA?

[Tremere sorri cinicamente para a platéia. Ele sabe que, por ser um servo da Golconda, é óbvio que o Salubri vai perdoar o réu, afinal, eles são piedosos, bondosos, imparciais...]

[Cria de Saulot] Esse FI DUMA ÉGUA bebeu o sanguin do meu coroa...

[Haqim] Mas que coisa feia, Tremere!

[Cria de Saulot] Esse CABRA SAFADO nos caçou pelos DEZESSEIS cantos do mundo...

[Giovanni] Pela Torre dos Mortos! Não eram quatro?

[Malk] É que eu dei aula de geografia pra ele.

[Cria de Saulot] Esse MARCA TÔCA DOS INFERNO fazia piadas INFAMES sobre o Terceiro Olho...

[Ventrue] Tá dispensado, garoto.

[Cria de Saulot] Esse DISINFILIZ aprontou o maior fuzuê na Montanha de Saulot...

[Brujah] [Mostrando o muque] Muleque... sente o drama... se manda.

[Baali] E AVISA PRO PESSOAL DE CASA QUE EU E MINHA TURMA VAMOS VOLTAR, SEU... SEU... SEU HONESTO!!!

[Caitiff] Será que alguém pode me orientar? Quem vem agora?

[Nos] [Sorrindo maliciosamente para Set] Uma coisinha linda que aprendeu a usar muito bem os truques da Ofuscação.

[Uma mulher PRA LÁ de lindíssima (aparência PELO MENOS oito) e vestindo uma roupa de seda transparente, entra]

[Ravnos] UAUAUAUAUAUAUAUAU!!!

[Malk] DEUS EXISTE! DEUS EXISTE!

[Ventrue] VOCÊ?!?

[Tremere] [Suando frio] EU PROTESTO! EU PROTESTO!

[Set] [Calmo da silva, sem tirar os olhos dos relatórios] Oi, filha.

[Kemintiri] Oi, papai.

[Nos] Eu já falei que esta noite PROMETE?

[Lasombra] Ô Set, será que dá pra apressar esse troço? Haqim tá com pressa.

[Set] Massss vocccê já quer ir? É o julgamento do milênio!

[Haqim] [Amolando a cimitarra] Por se tratar de Tremere, o caso merece relevância...

[Set] Logo, logo, ele tá liberado procê.

[Haqim] Acho que aquele carinha da Segunda Geração espera uns dez minutinhos.

[Set] Obrigado, irmão oriental.

[Ventrue] Esperem! Kemintiri não vai participar!

[Tremere] Valeu, Ventrue! Até que enfim aqueles quinhentos anos lambendo tuas botas e te chamando de chefe na Camarilla serviram para alguma coisa!

[Ventrue] Cê só fez sua obrigação! Eu tô tá falando é DELA!

[Set] COMÉQUIÉ? Sssserá que ouvi vocccê FALAR MAL da minha filhota favorita?

[Ventrue] Ouviu sim! Calango aleijado!

[Lasombra] Peraí, Ventrue, deixa isso pra lá, hoje o assunto é Tremere! Sei que não é do seu hábito, mas pensa direito! Coloca prioridade nas coisas!

[Ventrue] Você fala isso porque não foi ela que tomou o lugar do Justicar do SEU Clã e passou no dente pelo menos umas OITO DÚZIAS DE ANCIÕES!

[Baali] Entendeu AGORA por que os outros Clãs não queriam entrar para a Camarilla?

[Kemintiri] Além do mais, o sangue daquele seu Justicar era muito salgado!

[Ventrue] ERA MEU FILHO!!!

[Tzim] Pelo menos, conjugar verbos ela sabe... ele ERA seu filha.

[Kemintiri] Viu, papai? Esse coroa me persegue só porque eu não quis ir na casa dele!

[Ventrue] Não muda de conversa, cascavel!

[Set] DEU EM CCCCIMA DA MINHA FILHA?!? Baali...assssume um minuto!

[Depois que Ventrue é convenientemente passado na chibata, recomeça o assunto da noite]

[Kemintiri] Esse palhaço descobriu o que eu estava fazendo com o tanga froxa do filho de Ventrue. CHATO!

[Ventrue] TANGA FROXA É A SUA VÓ!

[Set] PERAÍ, MINHA MÃE, NÃO! Baali...assssume um minuto!

[Pancadaria farta e generalizada]

[Set] Pode ir, filhinha, dá um abraçççççço na ssssssua mãe e na sssssua irmã.

[Kemintiri] Beijão, pápi!

[Set] O júri ccchama a próxxxxima tesssstemunha. Meerlinda.

[Tremere] AHÄ! Vai ver só, Baali! Essa aí é assim comigo, ó!

[Brujah] [De braços cruzados, flexionando os músculos ameaçadoramente para a testemunha] E aí, mina? Quer declarar ALGO A FAVOR do réu?

[Meerlinda] [Gaguejando, suando frio e olhando bem para o TAMANHO do muque toramenizado de Brujah] Nnnnnão, senhor. Não. Eu juro! NÃO MESMO!

[Tremere] COMO É?!?

[Malk] É fácil Tremere, ela disse NÃO.

[Tremere] Eu ouvi, sua mula! Mas como ela pôde? Ela tinha um Laço de Sangue comigo desde que fundei o Clã!

[Baali] [Folheando algumas notas] É, eu previ isso. Brujah tem mesmo jeito para quebrar Laços. Será talento especial?

[Brujah] É isso aí, bicho, com quem você acha que o Sabá aprendeu aquele babado de ritual de iniciação?

[Tzim] Mas na Sabá usávamos pás! Nunca outra coisa que não fosse uma pá. Não dava certo senão fosse com uma pá. Rolo de macarrão, panela, pinguins, semáforos... não adiantava, TINHA QUE SER UMA PÁ!

[Brujah] Pá é coisa de fruta. MACHO QUE É MACHO RESOLVE NO TAPA!!!

[Caitiff] AGORA EU! Tremere foi injusto comigo, sempre me vetou na Camarilla e nem no Sabá me aceitaram! Ele pode entrar e eu não? INJUSTIÇA!

[Todos] CÊ DE NOVO? VAZA DAQUI, BUNDA-MOLE!

[Caitiff sai correndo. De novo]

[Nos] Se todo mundo que for falar algo contra Tremere, vamos ficar aqui até o Brasil virar campeão mundial de arremesso de televisão.

[Malk] Tem gente querendo meu título?!? NUNCA! NUNCA! NUNCA!

[Gangrel] Agora sou euzinha?

[Baali] Agora é vocezinha, sim.

[Gangrel assume sua forma Crinos doidona, começa a babar verde e salta pra cima do pescoço de Tremere, rosnando algo como morra, morra, morra...]

[Ventrue] Testemunho colhido, senhorita.

[Lasombra] [Olhando para a zona lá fora] Mas que barulho obsceno é esse?

[Giovanni] Ah, são os caras da Ordem de Hermes.

[Tremere] QUEM AVISOU ELES QUE EU ESTAVA AQUI?!?

[Malk] [Inocentemente brincando de iôiô] Dá dá dá, que bonitinho... King Kong com o seu King Konguinho...

[Gangrel] O que eles querem?

[Lasombra] O mesmo que a gente, claro!

[Todo mundo na sala] ISSO NUNCA! Tremere é nosso!

[Tremere] Ah, AGORA vocês me querem, né?

[Toreador] Mas que ruído ensurdecedor... Haqim, faz alguma coisa.

[Haqim] Tá pagando quanto?

[Nos] Mas até agora você só pensa em negócios?

[Haqim] Eu tô fazendo meu trabalho! Se pensa que vou perder Tremere de vista...

[Toreador] Deixei meu cartão de crédito no outro vestido...

[Giovanni] Ela SEMPRE diz isso. Por isso larguei ela.

[Toreador] ... Mas posso pagar com uma noite de completa luxúria e devassidão.

[Ravnos] Ela SEMPRE diz isso. Largou a moça antes de ouvir o resto, otário.

[Haqim] [Babando] Vô passá esses caras na faca AGORA MESMO!

[Set] Sssssenta. Brujah... vai tê um dedinho de prosssssa com esssssessss carassss aí.

[Com a sutileza de costume, Brujah manda o coturnão na porta, sobe na mesa da outra sala e dá uns berraços pra inspirar respeito]

[Brujah] Negocin é o siguinte, ô magaiada... VOLTA PRA CASA, BANDO DE VAGABUNDO, SENÃO O PAU VAI COMÊ COM IMPIEDADE DESENFREADA, TÁ FALADO?!?

[Com a diplomacia de costume, Brujah arregaça as mangas, mostra a tatuagem de machado, o largo peito cabeludo, distribui porrada pra todo mundo e volta]

[Tradição é vida]

[Brujah] Ô Set, barato tá resolvido. Manda ver com a condenação que tão cedo alguém lá dentro dá sinal de vida.

[Tremere] Condenação, não! Nem fui julgado ainda!

[Toreador] É só força de expressão, fofo.

[Set] [Chamando Ventrue e Baali para uma conversa particular junto à tribuna] O procccesssso está difíccccil... não tá andando.

[Ventrue] Precisamos de um argumento jurídico indescritivelmente implacável.

[Baali] E, de preferência, que custe algumas almas. Contrato profano é comigo mesmo.

[Set] Não temosssss tempo pra sssssutilezassss.

[Ventrue] Vamos ferrar ele de uma vez?

[Set e Baali] De acordo.

[Malk] Peraí! Eu ainda não falei!

[Silêncio mortal]

[Tremere]É impressão minha ou as testemunhas são LEVEMENTE tendenciosas?

[Set] Sssssei que vou me arrepender disssssso, massss vamossss lá. Vocccccê e Tremere sssssempre tiveram um relacionamento difíccccil, issso todos ssssabem.

[Malk] É verdade, mas ressalto QUE EU SOU MUITO MACHO!

[Baali] Por que essas rusgas?

[Malk] Quando ele ainda era um mago, antes de dar um créu em Saulot, ele achou minha cripta, e me submeteu a um ritual.

[Todos (exceto Tremere, que já escrevia seu testamento)] Ele pegou teu sangue?

[Malk] MUITO PIOR! Ele me obrigou... a ficar indefeso... assistindo a CINQÜENTA HORAS CONSECUTIVAS DE FILMES DA DISNEY!!!

[Giovanni] Por que não falou nada antes?

[Malk] [chorando] Ele me ameaçou... disse que se abrisse a boca... ia me mandar... oh, meu Deus... PRA FAZENDA DO MICHAEL JACKSON!

[Toreador] [abraçando Malk, chorando] E não foi só isso! Ele forçou o pobrezinho a assistir primeiro... oh, meus deuses, quanta crueldade... BAMBI!

[Baali] Essa foi malvada MESMO, Tremere.

[Set] Basssta! A jussstiççça já viu o bassstante! Eu já decccidi!

[Brujah] Aí, cambada de froxo, todo mundo de pé pra ouvir a sentença, ou desço o braço noceis! PRINCIPALMENTE EM VOCÊ, TREMERE, SE PENSAR EM SAIR DAÍ!

[Set] Depoissss de muito pensssssar, de ouvir as testemunhasssss...

[Ravnos] De receber uns suborninhos...

[Set] Deccccidi que Tremere...

[Malk] [Ajoelha no chão, junta as mãos e reza] Ó, Grande Murphy... poderoso senhor das forças infinitas da sacanagem alheia... ouça minha humilde prece!

[Set] ... tem maisssss é que morrer. Casssso encerrado.

[Malk] VALEU GRANDE MURPHY! VALEU!

[Voz do Além] De nada, garoto...

[Baali] Cara, nem EU apelo tanto assim!

[Tzim, Nos, Gangrel, etc] Quem quer saber? TRANCA A PORTA SENÃO TREMERE CORRE!

[Tremere] EU APELO PARA A SUPREMA CORTE!

[Haqim] [Mostrando a cimitarra] Ah, cê qué um corte supremo, é? Tenho um guardado procê faz uns mil aninhos!

[Caitiff] Ei, cara, se Saulot morreu... ele é um fantasma!

[Giovanni] NÓ FI! Cê pensou isso SOZINHO?!?

[Caitiff] Porque Tremere não te pagou uma grana legal para que você convocasse o espírito dele para o julgamento? Se Saulot se deixou matar, ele perdoaria Tremere.

[Giovanni] Mas Tremere pagou.

[Caitiff] Pagou? E você não fez nada?

[Giovanni] Os outros ONZE clãs também pagaram legal.

 

--- FIM ---

-------------------

Copyright (c) Colin Smith, Sean Halligan, Wayne Jennings, Leonard King

11/1993

Tradução para o português: Fabiano "Oggh" "Johann" Denardin

Última atualização em Sex, 26 de Abril de 2013 13:47    

Para enviar comentários é necessário estar logado no site. Se você está logado e não consegue enviar um comentário, verifique se você não foi punido com suspensão.

Acesso Rápido

Visitantes

Nós temos 40 visitantes online

Menu de Usuário

Meus Controles